Passos para melhorar a conversão do seu Site!

São tantas métricas e tanta novidade todos os dias, que fica difícil decidir o que de fato faz diferença e onde devemos investir em tecnologia para entender melhor nosso Site. O que faz um número de 97% de abandono antes da compra, ser uma métrica boa ou ruim ?

O que norteou nossas últimas alterações, e como medimos sua relevância ? Qual o principal motivo de abandono do meu site ?

Atualmente é possível medirmos e testarmos todos esses pontos de interação do usuário com nosso Site e adotarmos mudanças onde de fato faremos diferença. A questão é que não estamos falando de uma análise singular e simples, estamos falando de um ambiente ainda muito fragmentado e complexo, que exige expertise do negócio, entendimento dos objetivos e análise criteriosa dos dados que levarão a um plano de ação. Se podemos medir, podemos otimizar !

Por outro lado, acredite, ainda são poucas as empresas e profissionais, que conhecem esse ambiente profundamente, a ponto de proverem uma conclusão que gere valor para o negócio. Por isso é muito importante que a escolha da empresa seja tao criteriosa quanto o negócio exige.

Para começar preocupe-se e muito com a navegação do seu site, e sua usabilidade ! Escolha um fornecedor que possa lhe entregar um estudo profundo sobre o produto, o cliente, o usuário, os goals da empresa e a viabilidade tecnológica ! Para cada KPI estabelecido, teremos conjuntos de ferramentas distintos que terão que ser usados, e depois para cada extração de dados feita, análises qualitativas e quantitativas deverão ser consolidadas e concluídas.

Entre as métricas que vamos analisar, existem àquelas que dizem respeito ao uso do site. Algumas dessas métricas são possíveis em Real Time, o que nos deixa muito próximos dos resultados das mudanças. Como exemplo dessas métricas posso destacar a taxa de conversão, que se traduz efetivamente em quantas pessoas compraram frente a quantas não compraram no site. Temos também as análises referentes à origem dos usuários, seja por região, browser, hora do dia, origem, página de abandono. O funil de conversão ou processo de compra, nos mostra em que parte do fluxo de compras o usuário abandona o site, enfim, são inúmeras as possibilidades de medição e resultados nessa primeira fase. Para esse conjunto de funcionalidades temos as ferramentas com características de Analytics, e existem ferramentas para todos os bolsos e tamanhos de Empresa.

Como ferramenta complementar, podemos citar as que fazem leitura de Comportamento do Usuário, ou Behavioral Targeting. Essas métricas traduzem os hábitos de consumo dos usuários, individualmente ! Sim, é possível entendermos o que ele consome, com qual frequência, seu sexo, idade, entre outros . De posse desse dado, é possível melhorar a comunicação com ele, e entregar exatamente o que está sendo procurado. Essa é uma análise contínua e que exige uma inteligencia na sua construção e manutenção , já que hábitos podem mudar de tempos em tempos, e isso tem que ser mapeado, previsto e revisado.

Além disso temos o Teste A/B que é uma metodologia de comparação muito utilizada em marketing, e que ajuda a tomar decisões com base no comportamento dos usuários. Esse método é mundialmente utilizado para aumentar as taxas de conversão e seus resultados são bastante concretos. É importante não confundir o teste A/B com o teste multivariável. Este último é utilizado para comparar muitos elementos e pode não ser tão eficaz, já que não é fácil identificar exatamente qual é o fator responsável pelo resultado obtido. O mercado oferece um conjunto grande de ferramentas para auxiliar a leitura desse dado, e mais uma vez, vale uma consulta sobre qual que se adéqua melhor ao seu negócio.

Já ouviram falar em Mapa de Calor ? Essa á uma ferramenta riquíssima, ainda pouco usada, e que na minha opinião  todo E-commerce deveria ter no sentido de apoiar no momento de uma nova estratégia de alcance. O Mapa de Calor (Heat Map) e Eye Tracking são duas tecnologias que têm uma relação direta com o aumento na taxa de conversão dos E-commerces, simulando qual a ação do call to action antes da landing page ir para produção. Essa é uma ferramenta de teste.

Eye tracking

Não menos importante, e também bastante fragmentado temos o mundo das redes socias. Como medir o que estão falando da nossa marca?  Tivemos sucesso no novo produto? Como foi nosso evento na praia, o que nossos concorrentes estão falando sobre determinado assunto? Parece empírico, mas não é ! Existem ferramentas capazes de nos dar todo esse comportamento nas redes sociais, utilizando-se das permissões dos usuários sobre o que é postado. Também é possível, fazermos compras programáticas em redes sociais… Ufa ! Interminável esse assunto, e olha que ainda nem passei pelas métricas de mercado, que nos mostram o Norte, o investimento por mídia, o crescimento das plataformas, a penetração em novos mercados, no Brasil e no Mundo !

Todo esse conjunto de ferramentas para serem implementados, devem seguir uma mesma lógica de criação de tags e geridos constantemente, evitando com isso que essas tags sejam alteradas, duplicadas, causando inconsistência dos dados gerados, e consequentemente, análises imprecisas e custos desnecessários.

Não aceite uma visão superficial do seu negócio, não faça trocas sem que haja uma inteligência por trás ! Seu negócio online, pode ser a sua maior alegria, mas para isso, será necessário formar grandes alianças !

Boa sorte !

Sandra Magalhaes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s