ACONTECEU NA AOP (ASSOCIATION ONLINE PUBLISHERS)

news2A edição da AOP de Outono questionou que o caminho a ser perseguido na publicação online sejam as plataformas e sugere que o enfoque esteja no CLIENTE ! Num encontro repleto de líderes mundiais da indústria de editores, produtores de conteúdo, agências e veículos de publicidade, discutiu-se bastante em torno desse ponto, onde ao invés de se pensar se é celular, ou web que vem em primeiro lugar, tomemos o cliente como topo do debate!

Outra ponto que esquentou o clima no evento foi a questão da propriedade dos dados. O roubo de dados não deve ser uma preocupação para os editores on-line, dizem agências de mídia MediaCom, Havas e Manning Gottlieb OMD. Os executivos pediram aos editores on-line que parassem de se preocupar com agências no que diz respeito ao roubo de seus dados e pensassem como esses dados vão ajudar a criar campanhas que incentivam os clientes a voltar.

Durante o debate, foi questionado a possibilidade de pagamento pelas agências desses dados, mas a questão é que não se sabe quanto valem os dados, e além disso algumas agências não têm nenhum interesse em discutir tal assunto. De fato tentar simplificar essa pauta dizendo que estamos apenas pensando no nosso cliente comum e o que o leva a amar ou não a nossa marca, é uma forma de não mudar o modelo atual, mas o fato é que existe sim uma grande indústria por trás disso e que se beneficia financeiramente desses dados.

A notícia boa e previsível na AOP (vejam no meu artigo) é que Vídeo continua a crescer!
Vídeo on-line continua a ser o formato que mais cresce na publicidade digital, e supera a marca de 21% ao ano, seguido de Patrocínio acima de 15% e display com crescimento de 12% . As receitas de anúncios classificados ficaram estáveis ​​durante o mesmo período de 2012 contra 2011.

Veja o depoimento de Tim Cain, Diretor de Pesquisa da AOP:

“O aumento do desempenho do segundo trimestre nas receitas de anúncios reitera o que se viu no primeiro trimestre, onde o desempenho de conteúdo prêmio das editoras continua a exceder a indústria on-line como um todo.”

“Vemos também uma notável mudança no segundo trimestre de 2013 em relação ao primeiro por parte dos editores, com redução de custos e aumento no investimento em novos produtos e serviços, o que indica uma perspectiva positiva para o próximo trimestre. ”

O reflexo que se espera para esse aumento de receita de publicidade, deve-se basicamente aos investimentos feitos pelos Editores de conteúdo prêmio na qualidade do seu inventário, adoção de novas abordagens comerciais, capacitando melhor suas equipes, boem como no aumento contínuo de recursos com conteúdo editorial de alto nível.

Três quartos dos Editores online esperam que o modelo de negociação programática aumente nos próximos 12 meses.

Os membros da AOP deste ano constataram que 65% dos editores esperam aumentar o uso de mercados privados no próximo ano, enquanto 75% esperam que a licitação Tempo Real (RTB) desempenhe um papel cada vez maior nos planos comerciais.
No entanto, os editores estão divididos sobre qual o real impacto da negociação programática, e atualmente 39% sugerem que ela represente uma grande oportunidade, enquanto 42% acreditam que só terá um pequeno impacto.

Caim disse : ” Há um foco crescente sobre o valor dos dados para impulsionar o crescimento comercial Podemos esperar para ver editores retendo ainda mais seus estoques à medida que avançamos.”

Comentem, discutam, terei o maior prazer em trocar idéias !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s